Aprenda Como Remover Uma Espinha Interna Sem Lesão E Em Instantes

Quando se trata de espinhas, não existe forma mais dolorida do que a espinha interna. Também conhecida como pápula, esse tipo de espinha se forma no interior da pele, geralmente em partes do rosto, e a dor é profunda justamente pelo fato de que ficam situadas próximas aos nervos.

Quando elas surgem, muitas pessoas ficam em dúvidas sobre o que fazer, será que deve espremer? Ou quem sabe furar? Mas por mais que dê vontade devido ao grande incomodo que ela provoca, você não deve de forma alguma espreme-la e nem sequer pensar em fura-la.

[td_block_ad_box spot_id=”custom_ad_2″]

Desse modo você poderá piorar a situação, a espinha poderá infeccionar ou até mesmo se tornar um abscesso. O ideal seria consultar um dermatologista ou um esteticista que possa analisar a situação e fazer a extração de forma totalmente segura.

Mas até lá, existem alguns cuidados caseiros que poderão aliviar ou retrair o desenvolvimento da espinha, confira alguns:

Veja as Dicas para Remover uma Espinha Interna em um Instante!

Biosom Image

1) Compressa morna

A compressa morna trabalhará para que a espinha desabroche, o que facilitará a extração e não deixará grandes marcas em seu rosto. Basta pegar um pano ou um pedaço de algodão e mergulhar em água quente durante alguns minutos até que adira a temperatura. Logo após aplique na área da espinha durante 10-15 minutos. Esse procedimento pode ser feito três vezes ao dia até que a espinha apareça para fora.

Você também pode substituir o algodão por sacos de chá preto ou verde, pois os taninos também contribuem para a desinflamação, além de trazerem outros benefícios para a pele.

2) Mel

Desde muito tempo o mel é conhecido por oferecer grandes benefícios para a pele, ele detém propriedades antissépticas e antimicrobianas e é bastante eficaz, tanto no tratamento das espinhas comuns quando no das internas.

O mel também abre os poros que estão entupidos, além de remover possíveis cicatrizes que possam se formar com a extração das espinhas. No tratamento mergulhe um pedaço de algodão em mel puro, aplique na região da espinha e deixe agir por aproximadamente 20 minutos. Depois é só lavar com água morna. Repita o processo três vezes ao dia.

3) Leite

O leite é considerado um remédio caseiro bastante eficaz no combate contra as espinhas. Principalmente por que detém em sua composição os ácidos alfa hidroxi (AHA), que são responsáveis por desobstruir os poros encobertos por oleosidade e sujeira.

Basta umedecer o algodão no leite e aplicar na pele durante 10 minutos, depois remova com água morna para que faça efeito. Os ácidos que o leite contém também deixarão sua pele mais macia e lisa do que o habitual, experimente!

4) Aloe vera

A aloe e vera é um dos recursos mais potentes para qualquer problema de pele, e isso também inclui, é claro, as espinhas internas. Dentre suas inúmeras propriedades está o ácido salicílico que ajuda na desobstrução dos poros, ela também possui propriedades antibacterianas que evitam infecções.

Além disso, ela pode ser usada como um recurso anti-inflamatório, pois reduz o inchaço e a vermelhidão do local. Como se tudo isso ainda não bastasse, ela também é ótima na restauração da pele devido ao composto antraquinona, que é fonte de muitos nutrientes benéficos. Para o tratamento, basta aplicar o gel de aloe vera na área da espinha durante alguns minutos e depois remover com água morna.

5) Suco de limão

Assim como o leite, o suco de limão natural também possui o ácido alfa hidroxi entre seus componentes. O suco da fruta também serve como um adstringente, pois após aplica-lo na pele ele irá secar a área na qual a espinha estiver, o que pode diminuir a inflamação. Além disso, o limão também evita o surgimento de possíveis bactérias e também estimula o processo de cicatrização.

[td_block_ad_box spot_id=”custom_ad_2″]

A forma de aplica-lo é igual as demais, porém, com o suco de limão deve-se tomar um certo cuidado extra nessa etapa, pois a fruta é altamente rica em vitamina C, o que pode levar o surgimento de manchas em sua pele caso você se exponha ao sol. É importante também você se certificar de lavar bem o rosto após o tratamento, para que não fique nenhum vestígio do limão que possa a vir manchar sua pele futuramente.

Como evitar o aparecimento da espinha interna?

A espinha interna surge da mesma forma que qualquer espinha comum. A maioria dos casos estão relacionados com falta de higiene adequada, o que deixa a pele oleosa e com bastante sujeira que entope os poros.

Então para prevenir que isso aconteça, procure deixar sua pele sempre limpa. Todas as manhãs utilize sabonetes especiais para peles oleosas, e durante a tarde também caso note que sua pele esteja muito untuosa.

Outras medidas de prevenção que também podem ajudar:

  • Mantenha-se sempre hidratado durante o dia
  • Nutra-se com alimentos saudáveis como frutas e legumes
  • Evite estressar-se
  • Durma de forma adequada
  • Exercite-se regularmente

http://www.bebeautiful.com.br/biomassa-de-banana-verde-alternativas-para-uma-alimentacao-saudavel/